Microfisioterapia

Especialidade

A microfisioterapia foi desenvolvida na França por dois Fisioterapeutas e Osteopatas, Patrice Benini e Daniel Grosjean, que em sua criação se basearam na Embriologia, Filogenia, Ontogenia e Física Quântica.

Quando o ser humano passa por um conflito aonde o organismo não conseguiu se reparar e lidar com aquela situação, seja um trauma fí­sico, um choque emocional, ou uma intoxicação por alimento ou medicação, ocorre o registro de uma lesão a ní­vel celular ou tecidual, que a Microfisioterapia reconhece como cicatriz patológica. Sendo assim, através de micropalpação praticadas com cerca de 200 mapas do corpo, o Microfisioterapeuta identifica essas cicatrizes que o corpo não conseguiu se reparar, e estimula o tecido com gestos específicos para que o organismo elimine essas agressões que ficaram registradas.

Após a sessão o paciente pode passar por uma fase chamada de exoneração, podendo ocorrer perí­odos curtos de febre, dores de cabeça, ligeiro cansaço, irritabilidade passageira entre outros efeitos que são causados pelo fato de o organismo estar se desintoxicando e eliminando os eventos agressores.

Fequencia das sessões:

O tratamento é composto por 3 a 5 sessões , com intervalo mí­nimo de 30 dias entre as sessões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *